Sobre Nós

Sobre Nós

O terroir da região e a sua componente Atlântica, aliados aos conceitos aplicados na criação de vinhos, proporcionam condições de excelência para a produção de espumantes e vinhos brancos de qualidade, frescos, intensos e aromáticos.

Situada na costa Atlântica de Portugal, na província da Estremadura e inserida na Região Vitivinícola de Lisboa, a Adega, inaugurada em 1971, é uma cooperativa de produtores com 40 anos de história, dedicando-se à recepção e transformação por vinificação de uvas dos seus associados, criadas nos vinhedos que cobrem as encostas soalheiras da Serra do Montejunto e que, em declive suave, se estendem pelo vale.

Inserida numa área de vinha de 800 hectares dispõe de uma capacidade de vinificação anual de cerca de 7 milhões de litros de vinho, sendo 70% branco e 30% tinto.

Em cada vindima, à recepção, as uvas são separadas por espécie e por casta. Para o seu processamento a Adega dispõe de equipamentos e tecnologia em conformidade com os mais exigentes conceitos de produção de vinhos de qualidade. O corpo técnico gere, acompanha e controla a produção em cada etapa e assegura que os vinhos produzidos vão ao encontro da expectativa dos consumidores. O “terroir” da região e a sua componente Atlântica, aliados aos conceitos aplicados na criação de vinhos, proporcionam condições de excelência para a produção de espumantes e vinhos brancos de grande qualidade, frescos, intensos e aromáticos.

No momento as marcas comercializadas, pela Adega Cooperativa do Cadaval, são CONFRARIA para os vinhos, espumantes e aguardente de gama superior, ADEGA DA CONFRARIA para vinhos regionais (tranquilos e leves) de gama média, DACEPA e BELACEPA para vinhos de mesa (gama popular).

Os vinhos Leves, brancos e rosés, são um dos seus expoentes qualitativos. A Adega orgulha-se de ter lançado o primeiro espumante com Denominação de Origem Óbidos, além de todos os anos, ver esses mesmos vinhos medalhados, em concursos Nacionais e Internacionais.

Orgãos Sociais

Triénio 2015 / 2017

ASSEMBLEIA GERAL

  • Presidente: Eng. Fernando Nuno Silva

  • Vice-Presidente: Álvaro Nunes Luis

  • Secretário: Mário Manuel Pereira Boto

Direcção

  • Presidente - Leopoldo Nunes Neves

  • Director - Joaquim Serafim Jerónimo Santos

  • Director - António Arménio Azevedo Oliveira

Suplentes

  • José Cipriano Nobre

  • José Bernardo Nunes

  • António Joaquim Silva Pereira

  • Antero Manuel Duarte Ribeiro

  • Artur Rebelo Luis

  • Helder Filipe Afonso Henriques

Suplentes

  • Carlos Alberto Pereira Nobre

  • Albano Ribeiro Lopes Gomes

  • Abel António Geada